Páginas

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Pôr do sol

Após o dia inteiro
Sobre o olhar cansado
Do roceiro,
O sol se vai, esvaindo-se
Dentre montanhas, florestas

Apagando a sombra,
Clareando o último raio,
Despedindo-se entre a janela
E o olhar que nela espera
A saída da última réstia.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

O amor é...




É o encontro do silêncio e a verdade,
É o olhar sincero
Pedindo sinceridade,
O impulso para o que há de melhor

É o que te guarda
Ao longo da sua jornada,
Que te prolonga
todas as felicidades

Por incrível,
Será sua vida,
Por que quando perguntarem
Você dirá que sim

Quando você o encontrar
Será o começo,
Você se sentirá o espelho
Do que é o amor

Todos estarão sempre errados,
A verdade estará em você e nele,
E tudo parecerá ser tão feliz
Que jamais irás querer que acabe

Pois o amor
É a pura inocência,
E a verdadeira existência
De estarmos aqui.

Rubens dos Santos