Páginas

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Vizinhos e internautas

    Estudiosos do comportamento humano na vida moderna constatam que um dos males de nossa época é a incomunicabilidade das pessoas.Já foi tempo em que, mesmo nas grandes cidades, nos bairros residenciais, ao cair da tarde era costume os vizinhos se darem boa-noite, levarem as cadeiras de vime para as calçadas e ficar falando da vida, da própria e da dos outros.

    A densidade demográfica, os apartamentos, a violência urbana, o rádio e mais tarde a TV ilharam cada indivíduo no casulo doméstico.Moro há 18 anos num prédio da Lagoa; tirante os raros e inevitáveis cumprimentos de praxe no elevador ou na garagem, não falo com eles nem eles comigo.não sou excessão. nesse lamentável departamento, sou regra.

   Daí que não entendo a pressão que volta e meia me fazem para navegar na internet.Um dos argumentos que me dão é que posso falar com pessoas na Indonésia.Saber como vão as colheitas de arroz na china e como os melões na Espanha.

   Uma de minhas filhas vangloria-se de ser internauta. Têm amigos na Pensilvânia e arranjou um admirador em Dublin, terra do Joyce, do Bernard Shaw e do Oscar Wilde. Para convencê-la de seus méritos, ele mandou uma foto em cor que foi impressa em alta resolução. É um jovem simpático, de bigode, cara honesta. Pode ser que tenha mandado a foto de um outro.

   Lembro a correspondência sentimental das velhas revistas de antanho. Havia sempre a promessa: " Troco fotos na primeira carta". Nunca ouvi dizer que uma dessas trocas tenha tido resultado aproveitável. Para vencer a incomunicabilidade, acredito que o internauta deva primeiro aprender a se comunicar com o vizinho de porta, de prédio, de rua. Passamos uns pelos outros com o desdém de nosso silêncio, de nossa cara amarrada. Os suicidas se realizam porque, na hora do desespero, falta vizinho que lhe deseje sinceramente uma boa noite.

                              Carlos Heitor Cony

Um comentário:

  1. Olá,
    Quando, pela manhã, recebo bom dia de alguns já fico bem melhor...
    A net tem máscara sim mas tem boa gente também!
    Seu post é bem real como procede conosco.
    Seja abençoado e feliz!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir